sexta-feira, 7 de março de 2014

TPM

Gosto de ser recebida com um sorriso e que o senhor pergunte se está tudo bem e porque é que eu não estou sentada na mesa do costume. Hoje ficamos aqui à janela, digo eu. Gosto que eles cheguem uns segundos depois e que troquemos beijinhos e abracinhos sinceros de saudades e que se comecem logo a fazer piadas. É bom de mais o mesmo senhor vir um bocadinho depois, sem ninguém pedir nada, com três copos de vinho. É bom, é muito bom. O vinho, esse, é melhor ainda. Gostava mesmo que soubessem, que falarmos sem parar dos vossos problemas não me incomoda rigorosamente nada. Incomodava-me muito mais não vos ter na minha vida. Também não me incomoda que ela saia de surpresa de Chelas e se meta na A5 até Cascais sem saber onde aquilo vai dar, só para vir ter comigo. É quando me liga a dizer "estou em cascaaaaaais", que o meu coração rebenta de felicidade pela surpresa. Dou gritos histéricos quando percebemos que sem querer, acabou mesmo por vir ter à rua do meu trabalho e que vamos almoçar ao Mcdonalds. Enche-me o coração ainda ter um dia de trabalho pela frente, e já agora, um trabalho que gosto mesmo de fazer, mas que ao final do dia vou para Lisboa, ter com ela. Para rir e ser feliz. Outra coisa que me enche muito o coração são prendas de anos atrasadas. Como um saco com bolachas feitas só para mim, uma receita especial, cheia de amor, de alguém que acordou às 9h da manhã de um sábado e se enfiou na cozinha por minha causa porque sabe o quanto eu amo oreo. Espero que também saiba o quanto amo a presença dela em todos os momentos da minha vida. Também amo que a Tânia abra sempre a porta com o meu afilhado ao colo. Roubá-lo do colo dela e enchê-lo de beijos é das coisas que mais gosto de fazer. Ouvir a Mimi a dizer Titi, a rir-se e a pedir mais, é uma bênção que nunca pensei vir a receber. E a Mafalda a exigir que eu actualize o blog nem que seja para escrever sobre gordas? Isso faz-me lembrar 4 miúdas à volta de uma mesa, a vir vídeos inúteis de uma outra miúda e ninguém, senão nós, percebermos o sentido que aquele momento está a ter. Quer foram 2 horas perdidas, mas que foram por um óptimo motivo. Só para nós, claro. Nem quando me pede para parar o carro e meter os 4 piscas porque tem de ir mijar são horas perdidas com a Maggie. Nem as conversas no Skype com a Carolina. Ou ir ter com a Rac ao Saldanha, perder o meu cartão multibanco no carro e ela virar o carro todo comigo à procura, empenhada mais do que eu em encontrar o meu cartão. É um aconchego para o meu coração saber que mesmo falando pouco ou nada quando estamos longe, quando nos encontramos passado meses, continua tudo mais forte do que estava da última vez que nos vimos. Algum de vocês tem uma amizade que sabe que vai ter até ao fim dos dias? Já encontraram esta pessoa na vossa vida? Se sim, são uns sortudos, tal como eu. É um alívio à partida não ter de ficar sem ela, faço-me de forte, mas não ia suportar tê-la do outro lado do mundo. Como é que vivemos com a nossa melhor amiga do outro lado do mundo? E quando a Joana vem ao escritório e não larga a campainha enquanto eu não abro a porta? Quando abro estende-me sempre um ferrerro rocher, ou bolachas, ou uma caixa de bolos. Sempre que me visita, trás-me um doce. Mas ela não sabe que um doce para mim, são os abraços que damos sempre que nos vemos. Esses, valem por todos os doces do mundo.

Os meus amigos são os melhores e são os amores da minha vida. Mesmo os que não estão aqui neste texto. Todos eles me aquecem de uma forma perfeita o coração, e eu estou-lhes tão grata por isso. 

Estou com uma TPM do caralho, também.

19 comentários:

  1. Só mesmo gostando muito da tua escrita para ter lido este longo texto na integra! Mas valeu a pena! Ainda bem que assim é. Fico feliz por ti! :) *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ih, e eu aposto que nem metade das pessoas que estão no texto, o vão fazer ahaha Ficou realmente longo. Obrigada pelo elogio e pela tua presença por aqui :)

      Eliminar
  2. Já te disse que gosto muito de ti??? Acho que sim...mas nunca é demais dizê-lo... Adoro estar incluído neste texto...Venham mais copos, férias, jantares, lágrimas, sorrisos........... :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. já disseste sim sinhori, e eu retribuo mais uma vez, porque nunca é demais :D

      Eliminar
  3. Eh eh eu li tudooo ate ao fimmmmm :)

    beijokitasss grandessss

    ahhhh e já te disse que gosto muito de ti, e que é um privilegio para mim poder ser teu amigo , e que também ´tem sido e é um privilegio para mim poder ver te crescer e poder ver o excelente ser humano que tu és.

    agora sim beijokitassssssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tu????? leste tudooo??? uuuuuhhhhhhh, milagree!!! Essas palavrinhas deixaram-me emocionada.. alguém também está com a TPM desse lado ahah Gosto Tanto de Ti <3

      Eliminar
  4. Se eu tivesse sabido antes que o verdadeiro doce eram os abracinhos tinha poupado uns trocos:p
    Gosto muito de ti princesa:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ah, mas agora já estou mal habituada, não podes parar a tradição! E eu de ti xuxu <3

      Eliminar
  5. awww, tpm power!
    Ainda bem que imortalizast essa viagem no blog, porque nunca mais vou conseguir aparecer nessa rua à toa! ahahah

    Vamos todos continuar assim, para termos um post de tpm d 2 em 2 meses! (mas mais pequeno :p)

    até jáááá <3 <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nunca mais mesmo, once in a life time! Ai, não sei se me aguento a escrever assim de 2 em 2 meses!

      Eliminar
  6. WooooW e foste mesmo escrever. Isso sim, é a pura da loucura! Sinto que quando passares esta fase poderás dedicar um só às gordas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. baby steps... tenho de pensar muito bem nesse situação! Eu agora sou um pouco interesseira e preciso de leitores. Se escrevo sobre a gorda, cai-me a comunidade gorda toda em cima que me lixo!

      Eliminar
  7. Eu, tal como tu, também sou uma sortuda... E é tão bom. Os (re)encontros entre verdadeiros amigos, nunca são estranhos... Nunca existem silêncios constrangedores porque há sempre uma novidade para contar ou, como tanto gosto, mil histórias para recordar...
    Quanto a teres uma das tuas melhores amigas no outro lado do mundo, sei por experiência própria, que não é assim tão diferente... O que falta - e isso sim custa - são os abraços, sempre tão doces e reconfortantes.. Mas valem por mil, os que damos de ano a ano... :)

    Obrigada por estes momentos de pura boa disposição que transmites com a tua escrita... E obrigada também pelo elogio :)
    Volta sempre *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tens nada que agradecer. Pagas-me com os textos do teu blog :)

      Eliminar
  8. Mesmo grande este post! OH estou sensibilizada por por ter direito a uns caracteres do teu texto. És a minha @miga @online preferida!

    TPM, o que era de nós sem ti...

    ResponderEliminar

O teu comentário é muito importante para mim :) Clica em "Notificar-me" para receberes a minha resposta.

Ao comentares ficas automaticamente inscrito no sorteio de um fantástico automóvel.