terça-feira, 21 de abril de 2015

É Bem Feita Ana Catarina

Existe uma rubrica aqui no blog que se chama "Deus Existe e Ama-me" que relata momentos da minha vida em que sou recompensada por Deus pelas minhas boas acções. Hoje vou dar início à minha nova rubrica: "É Bem Feita Ana Catarina Para Aprenderes a Não Ser Uma Cabra", que vou abreviar para "É Bem Feita Ana Catarina" por forma a vocês não adormecerem enquanto lêem o título. Esta rubrica, como o próprio nome indica, relatará momentos em que Deus me castigou por eu ter sido uma cabra.

Vamos passar então ao relato do momento que vos fará olhar para mim com outros olhos:

Estava a chegar às portas automáticas do Shopping para sair, quando vejo a aproximar-se para entrar um rapaz de cadeira de rodas que tinha andado comigo no liceu.
Virei-me para o meu namorado, e disse-lhe: "Olha, aquele rapaz andou comigo no liceu. Quer dizer ... andar não andou."

O meu namorado riu-se que nem um perdido. Deus lá em cima abanou a cabeça em modo de reprovação.

Fomos à nossa vida e acabámos por voltar a entrar no Shopping porque nos apetecia um doce. Fomos ao mcdonald's, eu pedi o habitual Mcflurry de Oreo com um extra de Oreo, e o meu namorado pediu um smoothie de banana e morango. Como o meu namorado é uma criança de sete anos, deu um gole no smoothie e percebeu que afinal não gostava daquilo e não queria beber mais.

- "És sempre a mesma coisa, deixa lá isso aí que eu depois bebo. Não vamos deitar fora"

Como não lhe apeteceu crescer enquanto eu disse aquilo, continuou a comportar-se como uma criança de sete anos e não deixou o smoothie quieto. Enquanto eu me deliciava com o meu gelado, ele falava e gesticulava com o smoothie na mão e rodava a merda do smoothie na mesa. 

É preciso dizer-vos onde é que o smoothie acabou a noite?

Isso mesmo. Nas minhas calças, nos meus sapatos, na minha camisola, e claro, no meu cabelo.

O meu namorado acabou a noite com a roupa limpa e com um olho negro e eu acabei a cheirar a  morango e banana e com um peso terrível na consciência.

6 comentários:

  1. :D gosto muito desta crónicas a meio do meu dia laboral!
    Fez-me lembrar eu no outro dia dentro do café, a fazer "linguagem gestual" com o meu sobrinho que estava do lado de fora do vidro (a tentar transmitir que a avó tinha ido à casa de banho), e depois reparo que o rapaz da mesa ao lado da minha era surdo e estava a falar em linguagem gestual e eu ali a fazer gestos ridículos, a brincar com o meu sobrinho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ainda bem que gostas :)
      A tua foi muito mais constrangedora que a minha, e sem qualquer tipo de maldade (ao contrário da minha) .. algo está errado aqui. Coisas dessas não deviam acontecer a pessoas que só estavam a brincar com o sobrinho, mas sim a pessoas que gozam descaradamente!!!!!!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. obrigada Cláudia, eu sei que estava a merecer :P

      Eliminar
  3. Acho que foi dos melhores momentos que já podia ter tido contigo, aliás voltei a rir que nem um perdido ao ler isto. Toda tu eras smoothie...

    ResponderEliminar

O teu comentário é muito importante para mim :) Clica em "Notificar-me" para receberes a minha resposta.

Ao comentares ficas automaticamente inscrito no sorteio de um fantástico automóvel.