quarta-feira, 22 de março de 2017

As minhas Havaianas

Sabem os chinelos baratuchos que ao fim de um tempo começam a ficar gastos e começam a soltar-se? Claaaaaaaaroooo que sabem. Vocês são tão ou mais pelintras do que eu. 

Quando os chinelos se soltam, sabemos que estão perto do fim, mas ainda conseguimos aguentar mais um tempinho porque eles se soltam sempre de maneira a que consigamos encaixa-los novamente. Claro que não podemos fugir ao ligeiro momento de embaraço quando o chinelo se solta, que ainda por cima acontece sempre que vamos a desfilar cheios de estilo pelo paredão, mas é um problema que tem sempre solução.

Ora, porque é que isso não aconteceu com as minhas havaianas? Porque é que as minhas Havaianas, que ainda por cima eram ultra giras e tinham vindo directamente do Brasil, não só se soltaram, como acaba por acontecer a todos os chinelos deste género, como ainda se partiram? Porquê, Porquêêêêêêê? Estão a ver aquela rodinha que vocês encaixam no buraquinho? Pois é; já não há rodinha para ninguém, partiu-se ao meio. Tal como o meu coração. 

Deixem-me. Eu fico bem.

4 comentários:

  1. Para ter chegado ao ponto que descreves, imagino o quão pelintra és! :P
    (mas sim, é um male que assiste a todos, mais dia menos dia!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mas estas nem deram hipótese para que eu fosse pelintra..não saltaram uma única vez, partiram-se logo :(

      Eliminar
  2. E quando consegues voltar a prender e sempre uma adrenalina pensar quando e que vai ser a próxima x que se vai soltar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahah tal e qual "só espero que não seja agora que estou aqui a desfilar por esta multidão de gente"

      Eliminar

O teu comentário é muito importante para mim :) Clica em "Notificar-me" para receberes a minha resposta.

Ao comentares ficas automaticamente inscrito no sorteio de um fantástico automóvel.